A secretária de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), Elizabeth Jucá, participou na tarde desta sexta-feira (8/11), no Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), do IX Encontro Mulheres Por Minas - Sufragistas Protagonistas: o feminino e o poder. A iniciativa busca estimular a participação da atuação da mulher mineira em vários segmentos.

Na oportunidade, diversas mulheres se reuniram para tratar das narrativas entre o feminino e a vivência em espaços de poder. Além da secretária Elizabeth Jucá, também participaram do painel a professora da UFMG e advogada, Cristiane Fontini, a defensora pública Cristiane Procópio, a professora da Unicamp, Joana D'arc Félix, o professor da UFMG, Fabrício Polido, a presidente do PSB Mulher, Mardelene César.

Cada um dos presentes na mesa pôde compartilhar suas experiências. A secretária falou sobre os desafios da gestão pública, além da sua trajetória profissional como economista e gestora.

“Sempre tive o compromisso como gestora pública de trabalhar pelas pessoas, desde o período em que fui secretária de Saúde em Juiz de Fora. Hoje, na Sedese, tenho o desafio de agregar sete políticas públicas essenciais e convertê-las em ações para melhorar a vida das pessoas” afirmou.

O encontro foi idealizado pela professora da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Mariah Brochado, e o desembargador Caetano Levi Lopes. A ação marca o encerramento do projeto “Mulheres Por Minas: empreendedorismo, tecnologias e inovação”.

Participaram da mesa, a professora da UFMG e advogada Cristiane Fontini, a defensora pública Cristiane Procópio, a professora da UNICAMP, Joana D'arc Félix, o professor da UFMG, Fabrício Polido, a presidente do PSB Mulher, Mardelene César.