Parceria entre órgãos governamentais permite o acesso à educação e ao trabalhoA Utramig iniciou nesta segunda-feira, 11 de junho, mais uma turma do curso de Assistente Administrativo, com recursos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). Os alunos integram o programa reINTEGRA C.A., voltado para quem já cumpriu grande parte da pena de reclusão e mostrou boa conduta durante o período de privação de liberdade. As aulas acontecem na Cidade Administrativa de Minas Gerais, onde os futuros egressos do sistema prisional já estão trabalhando por meio do programa.
 
O subsecretário de Promoção e Defesa dos Direitos Humanos José Francisco da Silva destacou que um dos principais objetivos da Lei de Execução Penal é promover a ressocialização dos condenados. “É uma oportunidade dentro do programa reINTEGRA, que prevê, além do trabalho, a formação e a educação”, ressaltou acrescentando a importância da iniciativa do governador Fernando Pimentel. “Ele teve a ousadia de fazer um programa especial para que aqueles que estão cumprindo pena tenham a oportunidade do trabalho e da educação, um direito previsto em lei”.  
 
Entre os alunos, Leonardo Gomes dos Santos Costa, 31 anos, que está atuando no Instituto Mineiro de Gestão das Águas (IGAM) pelo reINTEGRA CA, justifica o interesse. “Estou em busca de aprendizado, de novas experiências, de uma qualificação profissional melhor”, salienta. Ele conta que pretende continuar os estudos quando terminar de cumprir sua pena. “Meu maior sonho é constituir uma família, recuperar o tempo que foi perdido e ter uma qualificação profissional bacana”, enfatiza.
 
O sonho de liberdade e a conquista de melhores condições econômicas e sociais também anima Diego Henrique dos Santos Vilas, de 23 anos. Ele relata que os familiares estão orgulhosos por estudar e trabalhar. “Minha família está feliz demais. O sonho de toda mãe e todo pai é ver o filho no caminho do bem”.
 
Teoria e prática

Subsecretário José Francisco Silva (Sedpac) e a técnica Adriana Duarte (Utramig) deram as boas-vindas aos alunosPara Adriana Fregapani Duarte, servidora da Utramig responsável pelo curso, trabalhar com pré-egressos envolve sempre uma grande expectativa “porque não se trata unicamente de inclusão produtiva, de aumentar as possibilidades de inserção da pessoa no mercado. Vai muito além! Estamos falando de aumentar as chances de reinclusão social desses alunos. E isso é muito, muito importante”, enfatizou.
 
Também em clima de expectativa, a professora do curso, Thaires Costa Ferreira, acredita que atuar em uma turma formada somente por homens é um desafio. “Acho que é muito importante – e muito legal – trabalhar as temáticas de gênero, de raça e tantas outras questões com todo mundo. Precisamos ouvir outras vozes”.
 
O diferencial dos cursos dados pela Utramig, dentro do Programa reINTEGRA, é a oferta da qualificação ao mesmo tempo em que os alunos executam tarefas práticas nos diversos setores da Cidade Administrativa. “Essa experiência casada da práxis com a teoria faz do processo de aprendizado algo muito rico. É um diferencial significativo e temos tidos bons resultados”, destacou Adriana.
 
A realização da qualificação é resultado de parceria entre a Utramig, Secretaria de Estado de Administração Prisional (Seap) e Secretaria de Estado de Direito Humanos, Participação Popular e Cidadania (Sedpac).